Nossas relações e a evolução espiritual

evolucao-espiritual-2

Todas as pessoas em nosso caminhar tem uma lição a nos ensinar sobre amor, dor, renúncia, sofrimento, gratidão… Cada uma dessas lições nos leva a olhar para dentro, a ter contato com o nosso mestre interior e assim, nos ajuda na jornada rumo a evolução. (Denise Mercer)

All the people in our walk has a lesson to teach us about love, pain, resignation, grief, gratitude … Each of these lessons lead us to look inside, to have contact with our inner teacher and thus helps in the journey to evolution. (Denise Mercer)

Fisioterapia geriátrica

geriatria

Envelhecer com qualidade de vida, o grande dilema do novo século. O envelhecimento traz conquistas afetivas, emocionais e materiais, entre outras. Em alguns casos junto com o envelhecimento temos a diminuição da sensibilidade, do controle sobre os movimentos e suas aplicações em atividades diárias básicas como os atos de se alimentar, se vestir e cuidados com a higiene. É aqui que se destaca a aplicação da Fisioterapia Geriátrica.

Em um campo de atuação que busca a reabilitação dos pacientes, a Fisioterapia Geriátrica busca a prevenção e a manutenção das funcionalidades do idoso. Utilizando-se de técnicas como exercícios ativos, globais e que treinem o equilíbrio desses pacientes, a Fisioterapia Geriátrica permite ainda proporcionar ao idoso a melhora na sua qualidade de vida, aproximando-o da superação das suas limitações acometidas pela idade.

A Fisioterapia Geriátrica é indicada principalmente para pessoas acima dos 50 anos de idade, embora não seja necessário apresentar problemas como dificuldade locomotora causada por problemas musculares ou nas articulações. Sua aplicação pode se fazer necessária tão cedo quanto sejam percebidos os sinais da perda da sensibilidade e controle das ações motoras.

São benefícios da Fisioterapia Geriátrica proporcionar ao paciente um envelhecimento com qualidade de vida, a melhora notável em sua capacidade de locomoção e equilíbrio, bem como a coordenação dessas funções, o aumento da força muscular e das funções da memória do idoso. Ainda garante a independência e o conforto na realização de atividades diárias, como levantar-se, fazer a higiene oral e corporal e alimentar-se.

Nossos atendimentos são domiciliares, o que garante privacidade, qualidade e conforto à nossos pacientes. Temos experiência de mais de trinta anos nesta área.

Agende uma avaliação pelo e-mail: curacuritiba@gmail.com ou pelo whatsapp: +55 (41) 9957-1632.

Um abraço,

Dra. Denise Mercer

Sobre o amor, a vida e a morte!

lightbody

Atuo na área da saúde com a fisioterapia há quase trinta anos e há muito, muito tempo com o reequilíbrio energético pessoal e cura de residências, salas comerciais, fazendas, etc…

Há onze anos, de forma totalmente espontânea, comecei a trabalhar com o reequilíbrio energético pessoal preparando o paciente em estado terminal para a passagem entre os mundos.

Foi assim… meu pai, muito amado e querido, estava em estado grave no hospital, cinquenta e cinco dias após a morte, por acidente, de minha mãe. Estive fisicamente com ele, conversei, falei do meu amor e agradeci por todas as lições que aprendi com ele sobre amor, perdão, valores, bem querer, generosidade, bondade e tantas outras. Falei que ia ficar bem se ele resolvesse que era o momento de partir e que ia continuar fazendo o meu melhor. Que o amor ultrapassa as vidas terrenas. E assim, naquele dia, saí chorando do hospital por sentir muito próximo a nossa separação neste plano.

Na madrugada do dia seguinte a nossa conversa, acordei fazendo o reequilíbrio energético em meu pai, ajudando-o a se desligar das amarras emocionais e físicas que o ligavam a este plano. Foi um momento de muita luz, cores, suavidade, beleza, harmonia… um momento lindo, pleno de amor, respeito e compaixão. Terminei o reequilíbrio, ele se foi e eu não sabia o que fazer… se voltava a dormir ou levantava…

Passou em torno de uma hora e o hospital me ligou pedindo que eu fosse até lá, pois o estado de saúde de meu pai tinha se agravado bastante. Eu já sabia que ele tinha seguido a caminhada dele em outro plano. Fui todo o caminho chorando, mesmo sabendo que a vida continua, ia sentir saudades das nossas conversas, chatices, risadas… meu pai era um palhaço… falava sério dramas inventados, se fingia de morto no chão da cozinha, contava histórias de sereias em frente ao mar… aprendi a dançar com meus pés sobre os dele. Ouvíamos ópera, música clássica, mpb…

Meus pais nos trouxeram (a mim e minhas irmãs) vivências muito ricas. Muita alegria, dor, superação e resiliência. Nossa casa era aberta a todos os amigos de bom coração… tinha gente fugida da guerra, gente comum, gente manca, gente com dente… gente sem… todas essas pessoas, coisas, palavras, gestos e olhares ficaram para sempre gravados em meu coração.

Desde então, tenho realizado este trabalho de reequilíbrio à pessoas em estado terminal. Poder fazer a passagem de forma tranquila é uma benção, afinal essa é a única certeza que temos em nossas vidas. Que possamos estar ao lado de quem amamos, oferecendo o nosso amor e a nossa compaixão.

Um grande abraço,

Dra. Denise Mercer

 

Protetor solar

filtro solar face

Pele saudável é sinônimo de pele bonita e para isso um dos cuidados mais importantes e indispensáveis é o uso de protetor solar facial diariamente. O FPS está presente em diversas versões: creme, spray, gel, maquiagens e em diversos índices (2 a 100).

O protetor solar deve ser escolhido de acordo com a sensibilidade de sua pele quando exposta a radiação solar (muito importante – isso independe do tom da pele), com o tipo de sua pele (seca, oleosa, normal, mista) e onível de exposição a radiação a que você se expõe (localização geográfica inclusive).

A atenção tem de ser redobrada se você estiver usando ácidos, fazendo peeling ou laser, pois esses procedimentos deixam a pele do rosto mais sensível.

E você sabe da importância de usar protetor solar facial mesmo dentro de ambientes fechados ou em dias nublados?

Pois é, em casa ou no escritório temos luz artificial. As lâmpadas fluorescentes ou as chamadas luz fria emitem uma luminosidade produzida artificialmente que é compatível com a luz natural diária e, por isso, também incidem raios UVA e UVB. A intensidade dos raios, no entanto, é menor do que quando a exposição acontece com luz natural e podemos usar um protetor com menor índice de fator de proteção (FPS). O mesmo vale para os dias nublados.

O protetor solar ajuda a prevenir o fotoenvelhecimentos, doenças de pele como o câncer, flacidez e manchas.

Escolha o seu, lembre-se de reaplicá-lo a cada 4 horas e bora ser feliz!!!

Um abraço,

Dra. Denise Mercer

Mãe

mothers-day.jpg

Muito mais que uma palavra, um gesto de amor.

“Vossos filhos não são vossos filhos.
São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma.
Vêm através de vós, mas não de vós.
E embora vivam convosco, não vos pertencem.
Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos,
Porque eles têm seus próprios pensamentos.
Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;
Pois suas almas moram na mansão do amanhã,
Que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.
Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós,
Porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados.
Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados como flechas vivas.
O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com toda a sua força
Para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe.
Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa alegria:
Pois assim como ele ama a flecha que voa,
Ama também o arco que permanece estável.”(Khalil Gibran)

Minha gratidão e meus parabéns à todas as mamães,

Denise Mercer

Bardana

​A Bardana é uma planta medicinal, também conhecida como Bardana-maior, Erva-dos-pegamassos, Pega-moço ou Orelha de gigante, muito utilizada no tratamento de problemas dermatológicos, como acne ou eczemas, por exemplo.

Além disso, a Bardana também pode ser usada para aliviar os sintomas de problemas gastrointestinais, como prisão de ventre ou má digestão.

O nome científico da Bardana é Arctium lappa e pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e em algumas feiras livres.

Propriedades da Bardana

As propriedades da Bardana incluem sua ação antibacteriana, fungicida, adstringente, anti-inflamatória, anti-séptica, calmante, cicatrizante e depurativa.

A bardana tem ainda propriedades diuréticas, laxativas, diaforética, estomáquica e antidiabética. Sendo muito utilizada em casos de insuficiência hepática, para “limpeza” do sangue e no tratamento externo de dermatoses.

Conhecida por seu caule encorpado e folhas grandes, costuma-se dizer que tudo da bardana é aproveitável, folhas, sementes e raízes, seja por propriedade medicinal ou culinária, tamanha sua utilidade.

Propriedades nutricionais

Essa planta é rica em proteínas, fibras, cálcio, fósforo, glicídios, vitaminas A, B1 e C, ferro, niacina e riboflavina.

Uma planta cheia de benefícios

Além dos usos mais conhecidos, como o uso externo, a bardana serve para outras indicações, como tratamentos de fígado, nos casos de hepatites e cirrose, além de cálculos biliares. Seu uso como depurativo, para purificar o sangue também é bastante conhecido, sendo usadas suas raízes em decocção. As raízes também tratam doenças reumáticas, sendo excelente antiinflamatório para tratar artrite; problemas renais e digestivos e com ela é preparada uma pomada, para uso externo, para curar eczema, além de uma loção para queda de cabelos. As raízes dessa planta são comestíveis, podendo ser consumidas cruas ou cozidas. No Japão, inclusive, é cultivada uma variedade para o consumo das raízes e, na Europa, os brotos e folhas tenras são consumidos como verduras.

Para o uso externo, as folhas frescas de bardana são aplicadas em cataplasmas que aliviam dores por torções, hemorróidas, picadas de insetos e, em infusão, é excelente para limpar feridas e inflamações da pele. Como tem ação bactericida e antimicótica, as folhas, esmagadas e aplicadas sobre a pele, são remédio ideal para tratar feridas purulentas, úmidas, pruridos, eczemas, herpes simples, seborreias e acne. Ainda em tratamentos da pele, as sementes podem ser utilizadas em infusões ou por decocção para curar problemas crônicos de pele.

Como preparar o chá de bardana

Embora toda a planta costume ser utilizada como alimento, para obter os benefícios medicinais é melhor consumir o chá de sua raiz ou de suas folhas. Para cada xícara de chá, adicione uma colher de chá de bardana. Assim, você encontrará em farmácias e casas de produtos naturais a raiz ou folhas da planta já seca, triturada e pronta para o preparo do chá.

Você pode optar por preparar o chá de bardana de dois meios. No primeiro, leve ao fogo água em quantidade equivalente à quatro xícaras de chá, quando ferver desligue e acrescente uma colher de sopa (rasa) da planta. Tampe a chaleira e deixe descansar por dez minutos. Coe e beba o chá três vezes ao dia, em temperatura agradável; a segunda opção é colocar numa xícara a quantia equivalente a uma colher de chá da planta, e em seguida água fervente para ocupar toda a xícara. Abafe por 10 minutos, então coe e beba normalmente.

Uso culinário

Colha talos e flores antes que estas se abram e os prepare refogados ou crus e temperados com azeite e vinagre (como salada). As folhas e brotos tenros podem ser refogados com espinafre. Obs.: os talos são laxativos, portanto, cuidado com o consumo!

As raízes são estimulantes do sistema nervoso e altamente nutritivas. No Japão, as raízes são usadas raladas, cruas ou refogadas e também em sopas. Também pode-se preparar a bardana como batata.

Contraindicações da Bardana

Seu uso deve ser controlado em gestantes, crianças e pacientes com distúrbios gastrointestinais.

 

A natureza é sempre um grande presente em nossas vidas.

Cuide-se. Seja feliz!

Um abraço,

Denise Mercer

Erva Baleeira – Cordia verbenacea D.C

Cordia verbenacea, popularmente chamada de Erva baleeira é um arbusto perene, nativo de nosso país, pode alcançar até 2 metros de altura e é encontrado em todo o litoral brasileiro, principalmente em Santa Catarina.

Popularmente, a Erva baleeira, que também é conhecida como Maria-preta, Maria-milagrosa, Catinga de barão ou Pimenteira, é utilizada no tratamento da úlcera gástrica, artrite reumatoide e diversos processos inflamatórios e infecciosos.

A Erva baleeira é utilizada há séculos pelas populações litorâneas como cicatrizante e anti-inflamatória.

Trabalhos científicos
Nos anos de 1990 e 1991, o farmacologista Sertié, o bioquímico Sylvio Panizza, ambos da Universidade de São Paulo, juntamente com uma equipe multidisciplinar, publicaram estudos sobre a ação anti-inflamatória da Erva baleeira.

Em 2004, pesquisadores Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Federal de São Paulo, PUC-Campinas e Universidade de Campinas em parceria com um importante Laboratório Farmacêutico, finalizaram a pesquisa na qual o alfa-humuleno encontrado no óleo essencial foi identificado como ativo responsável pelas propriedades terapêuticas desta planta.

Hoje, a Erva baleeira é indicada nos casos de artrite, artrose, tendinite, dores miofasciais, LER (lesão por esforço repetitivo) e outros processos inflamatórios dolorosos. Pode ser encontrada no mercado de medicamentos na forma de creme contendo o óleo essencial da planta para uso tópico, ou seja, para ser aplicado no local da dor.

Mecanismo de ação
A inflamação é uma reação do organismo frente a uma agressão ou a uma lesão. Envolve diversas reações bioquímicas cuja missão é conter e isolar a lesão, destruir micro-organismos invasores, inativar toxinas e conseguir o reparo e a cura. No entanto, este processo é nocivo, e pode causar lesão progressiva do órgão e perda de sua função.

O alfa-humuleno presente na Erva baleeira atua impedindo a atividade de uma enzima chamada cicloxigenase 2 (COX-2), enzima responsável pela produção de prostaglandinas (uma das substâncias responsáveis pelas reações inflamatórias e seus sintomas), assim como outros anti-inflamatórios e analgésicos já existentes no mercado, como o ácido acetilsalicílico, porém, sem efeitos indesejáveis.

Interações medicamentosas
Não foram relatadas interações até o momento.

Reações adversas
Não foram relatadas reações adversas até o momento.

Contra-indicações
Não foram relatadas contra-indicações até o momento.

Fontes de consulta:

– Monografia Cordia verbenacea – Acheflan®
Anti-inflamatory activity and sub-acute toxicity of Artemetin. Jayme A. A. Sertié, Aulus C. Basile, Sylvio Panizza, Amabile K. Matida and Raymond Zelnik. Revista Planta Médica, 1990