Espondilolistese

O termo espondilolistese significa o escorregamento de uma vértebra sobre a outra mais próxima, veja a figura abaixo:

 

Este escorregamento ou predisposição para o mesmo pode ter várias causas.

A mais comum é a congênita (relacionadas a defeitos da coluna ao nascimento) e a degenerativa (provocada por desgaste das articulações e transtornos dos discos intervertebrais).

O tipo congênito é comum, sendo causa freqüente de dor na infância e adolescência.

O degenerativo ocorre, em geral, após os 50 anos de idade e é mais comum em mulheres.

O tratamento, em geral, é não cirúrgico com fisioterapia  para reforço da musculatura da coluna vertebral e condicionamento físico global.

O uso temporário de colete/ortese atenua as crises de dor lombar.

O tratamento cirúrgico com artrodese (fusão) dos segmentos comprometidos, está indicado em crianças e adolescentes com escorregamento progressivo e doloroso.

A fusão em crianças é seguida de imobilização com colete/ortese plástico.

Nos adultos, a indicação cirúrgica está reservada para as situações onde ocorre dor lombar crônica ou compressão de raízes nervosas com dor ciática severa.

No adulto, o procedimento cirúrgico envolve a fixação com parafusos para estabilização.

Pode-se utilizar terapias alternativas, como o Reiki por exemplo, para minimizar as dores e gerar um maior bem estar.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s