O que seu corpo quer dizer quando….

Me inspirei lendo alguns livros como:

* Você pode curar sua vida – Louise L. Hay

* A doença como símbolo – Rüdiger Dahlke

* A doença como linguagem da alma – Rüdiger Dahlke

* Linguagem do corpo – Cristina Cairo e vou compartilhar alguns trechos com vocês.

Nosso corpo e possíveis relações com as emoções

Cabeça – a cabeça nos representa. Ela é o que mostramos ao mundo e é por ela que geralmente somos reconhecidos. quando algo está errado na área da cabeça, quase sempre significa que sentimos que há algo de muito errado conosco.

Cabelos – representam a força. Stress e tensões podem transparecer pelo não crescimento de novos fios. Relaxe o couro cabeludo. Sinta-se forte e capaz.

Ouvidos – representam a capacidade de ouvir. Distúrbios significam que está acontecendo algo em sua vida que você não quer ouvir.

Olhos – capacidade de ver. Distúrbios nos olhos significam algo que não queremos ver, seja em nós mesmos ou em nossa vida, presente, passada e futura.

Dores de cabeça – resultam da falta de autovalorização. Quando você tiver uma dor de cabeça, pergunte-se em que acha que errou. Perdoe-se, deixe o erro ir a dor de cabeça se dissolverá no nada, que é de onde ela veio.

Enxaquecas são criadas por pessoas que querem ser perfeitas e criam muita pressão em torno de si. Há muito de raiva reprimida envolvida.

Pescoço e garganta – o pescoço representa a capacidade de ser flexível no pensamento, ver o outro lado da questão e entender o ponto de vista de outros.

A garganta representa nossa capacidade de “falar em favor de nós mesmos”, pedir o que queremos. Gargante inflamada é sempre sinal de raiva.

A garganta também representa o fluxo criativo no corpo. É onde expressamos a criatividade. O centro energético da garganta é o lugar onde ocorrem as mudanças. Quando estamos resistindo a elas, no meio delas ou tentando mudar, muitas vezes temos muita atividade na garganta. Repare quando você tosse ou outra pessoa tosse. O que acabou de ser dito? Trata-se de resistência ou teimosia, ou o processo de mudança está em andamento?

Braços – representam nossas habilidades e a capacidade de abraçar as experiências da vida. A parte superior do braço está ligada à nossa capacidade, enquanto o antebraço está ligado às habilidades. Guardamos velhas emoções em nossas articulações e os cotovelos representam nossa flexibilidade em mudar de direção. Você aceita com flexibilidade mudar o rumo de alguma coisa em sua vida ou velhas emoções o estão mantendo arraigado num único lugar?

Mãos – agarram, seguram, apertam. Deixamos coisas nos escapar pelos dedos, as vezes seguramos demais. Temos mão boa, podemos ser mão fechada, mão aberta, mão pesada ou mão leve. Alguns tem mãos abençoadas.

As mãos podem ser delicadas ou duras, com nós pronunciados por se pensar demais ou deformadas pela crítica. As mãos em garra se originam do medo, medo da perda, medo de nunca ter o suficiente, medo de aquilo não ficar se não for segurado com força. Mãos cerradas não podem pegar nada de novo. Soltar os braços e sacudir as mãos nos traz uma sensação de relaxamento e abertura.

Aquilo que lhe pertence não pode ser tirado, por isso relaxe.

Cinco dedos – problemas nos dedos mostram que você precisa relaxar e soltar. Se você cortou o indicador provavelmente existe raiva e medo relacionados com seu ego em alguma situação atual. O polegar é o mental e representa a preocupação. O indicador é o ego e o medo. O dedo médio está relacionado com o sexo e com a raiva. quando você estiver com raiva, segure o dedo anular e veja-a se dissolver. Segure o dedo direito se estiver com raiva de um homem e o esquerdo se for uma mulher. O dedo anular tem a ver com as uniões e o pesar. O mínimo está relacionado com a família e com o fingimento.

Coração – é o órgão que representa sentimentos como o amor e as perdas.

Quando uma pessoa permite que os problemas a afetem emocionalmente, as suas preocupações com relação ao futuro aumentam e seu coração padece fisicamente.

O medo de ver seus bens materiais diminuírem ou serem roubados; arrastar por muito tempo problemas emocionais; a falta de alegria de viver e o sentimento de ter o coração “apertado” de tanto sofrimento também conduzem a vários problemas cardíacos.

Normalmente as pessoas cardíacas são autoritárias, não admitem erros e têm um comportamento inflexível. Mesmo que, julgando as aparências, você afirme que não é inflexível, faça uma reflexão sincera e responda a si mesmo: quantas vezes você teima, incansavelmente, por uma causa? Quantas vezes você não dorme direito só em pensar que podem estar passando-o para trás em alguma questão?

Se estas são as suas atitudes mais comuns e você ainda não é cardíaco, pare imediatamente de temer “perdas”!

Deixe de ser “turrão” com os outros e consigo mesmo e exija menos da vida. Deixe que ela aconteça sem pressioná-la. Acalme-se! Equilibre suas emoções e descubra o prazer de viver sem tensões.

Pulmões – simboliza a ansiedade (ânsia) de viver, bem como um espírito de crítica, agressão e repulsa…

A pessoa que está sofrendo com problemas nos pulmões demonstra que seu motivo maior de vida está bloqueado e que sua luta está sendo em vão. Vê seu castelo desmoronar e, como está cansada de sustentar o peso da amargura, sua respiração torna-se ofegante.

Asfixia – demonstra que a pessoa não está respirando como queria. Sua infância fala mais alto dentro de seu coração e ela não consegue crescer porque sente medo do “mundo grande”. Não se sente amparada para crescer e suas verdades não acompanham as de seu crescimento.

Sonhe! sinta-se puro como uma criança, mas continue crescendo. Use a sua beleza de pensamentos e suas crenças para auxiliar as pessoas.

Liberte-se dos medos confiando na Grande Sabedoria que o conduzirá pelo caminho certo e seguro, em toda a sua jornada.

Relaxe a acredite somente nas coisas boas, pois o mal e a opressão estão dentro da imaginação das pessoas e elas é que os tornam realidade.

Crescer é poder usar os pensamentos e a liberdade à nossa maneira para, inclusive, sermos crianças no momento em que quisermos. Ser criança é continuar a amar, sorrir, brincar com a vida, sonhar e realizar todos os nossos planos, sem interferência da vaidade ou do orgulho. Cresça para poder ser criança a vida toda. Liberte-se do “falso” medo, que é criado pela falta de orientação.Respire a vida e oxigene suas ideias.

 

—— continua……………………

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s