Bardana

​A Bardana é uma planta medicinal, também conhecida como Bardana-maior, Erva-dos-pegamassos, Pega-moço ou Orelha de gigante, muito utilizada no tratamento de problemas dermatológicos, como acne ou eczemas, por exemplo.

Além disso, a Bardana também pode ser usada para aliviar os sintomas de problemas gastrointestinais, como prisão de ventre ou má digestão.

O nome científico da Bardana é Arctium lappa e pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e em algumas feiras livres.

Propriedades da Bardana

As propriedades da Bardana incluem sua ação antibacteriana, fungicida, adstringente, anti-inflamatória, anti-séptica, calmante, cicatrizante e depurativa.

A bardana tem ainda propriedades diuréticas, laxativas, diaforética, estomáquica e antidiabética. Sendo muito utilizada em casos de insuficiência hepática, para “limpeza” do sangue e no tratamento externo de dermatoses.

Conhecida por seu caule encorpado e folhas grandes, costuma-se dizer que tudo da bardana é aproveitável, folhas, sementes e raízes, seja por propriedade medicinal ou culinária, tamanha sua utilidade.

Propriedades nutricionais

Essa planta é rica em proteínas, fibras, cálcio, fósforo, glicídios, vitaminas A, B1 e C, ferro, niacina e riboflavina.

Uma planta cheia de benefícios

Além dos usos mais conhecidos, como o uso externo, a bardana serve para outras indicações, como tratamentos de fígado, nos casos de hepatites e cirrose, além de cálculos biliares. Seu uso como depurativo, para purificar o sangue também é bastante conhecido, sendo usadas suas raízes em decocção. As raízes também tratam doenças reumáticas, sendo excelente antiinflamatório para tratar artrite; problemas renais e digestivos e com ela é preparada uma pomada, para uso externo, para curar eczema, além de uma loção para queda de cabelos. As raízes dessa planta são comestíveis, podendo ser consumidas cruas ou cozidas. No Japão, inclusive, é cultivada uma variedade para o consumo das raízes e, na Europa, os brotos e folhas tenras são consumidos como verduras.

Para o uso externo, as folhas frescas de bardana são aplicadas em cataplasmas que aliviam dores por torções, hemorróidas, picadas de insetos e, em infusão, é excelente para limpar feridas e inflamações da pele. Como tem ação bactericida e antimicótica, as folhas, esmagadas e aplicadas sobre a pele, são remédio ideal para tratar feridas purulentas, úmidas, pruridos, eczemas, herpes simples, seborreias e acne. Ainda em tratamentos da pele, as sementes podem ser utilizadas em infusões ou por decocção para curar problemas crônicos de pele.

Como preparar o chá de bardana

Embora toda a planta costume ser utilizada como alimento, para obter os benefícios medicinais é melhor consumir o chá de sua raiz ou de suas folhas. Para cada xícara de chá, adicione uma colher de chá de bardana. Assim, você encontrará em farmácias e casas de produtos naturais a raiz ou folhas da planta já seca, triturada e pronta para o preparo do chá.

Você pode optar por preparar o chá de bardana de dois meios. No primeiro, leve ao fogo água em quantidade equivalente à quatro xícaras de chá, quando ferver desligue e acrescente uma colher de sopa (rasa) da planta. Tampe a chaleira e deixe descansar por dez minutos. Coe e beba o chá três vezes ao dia, em temperatura agradável; a segunda opção é colocar numa xícara a quantia equivalente a uma colher de chá da planta, e em seguida água fervente para ocupar toda a xícara. Abafe por 10 minutos, então coe e beba normalmente.

Uso culinário

Colha talos e flores antes que estas se abram e os prepare refogados ou crus e temperados com azeite e vinagre (como salada). As folhas e brotos tenros podem ser refogados com espinafre. Obs.: os talos são laxativos, portanto, cuidado com o consumo!

As raízes são estimulantes do sistema nervoso e altamente nutritivas. No Japão, as raízes são usadas raladas, cruas ou refogadas e também em sopas. Também pode-se preparar a bardana como batata.

Contraindicações da Bardana

Seu uso deve ser controlado em gestantes, crianças e pacientes com distúrbios gastrointestinais.

 

A natureza é sempre um grande presente em nossas vidas.

Cuide-se. Seja feliz!

Um abraço,

Denise Mercer

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s