Frutas – o abacate

Sliced AvocadoO abacateiro é uma árvore altaneira de belo porte, que chega a 20 m de altura. Suas folhas são abundantes, de cor verde ou castanho-clara. O fruto tem a forma de uma grande pêra, com uma enorme semente e polpa gordurosa, amarelada, de excelente sabor. É oriundo da América Central e cultivado em regiões tropicais. Seu nome científico é Persea gratissima Gaert e pertence à família Lauraceae.

Existem 3 tipos de abacate: o mexicano, o guatemalense e o antilhano, este último cultivado no Brasil. O avocado é uma mistura de 2 tipos de abacates e surgiu nos Estados Unidos, sendo cultivado em nosso país após 1980. Ele é pequeno, de casca verde rugosa e mais rico em gorduras monoinsaturadas.

Conhecido como abacate em Português, pêra de jacaré ou avocado em Inglês, aguacate ou palta em Espanhol, o abacate é um fruto, mas normalmente nos referimos a ele como um legume, uma vez que é muito utilizado em pratos salgados.

Acredita-se que veio para o Brasil no início do século XIX.

Aproximadamente 70% do peso do abacate se refere à polpa do fruto e, apesar de ser conhecido como um fruto muito calórico e, é de fato, já que suas propriedades em 100 gramas, são:

*Calorias: 162.0;

*Potássio: 339mg;

*Vitamina E: 1,01mg;

*Proteínas:2,22g;

*Colesterol: 0;

*Fibras: 2.

Este fruto é fonte de muitos nutrientes e, é uma das frutas com um dos mais elevados teores de proteínas e também fornece 10% ou mais das necessidades diárias recomendadas de ferro, potássio, magnésio e vitaminas A, C, E e B6.

O abacate é rico em vitamina E, gorduras monoinsaturadas (a mesma o azeite de Oliva), vitaminas, sais minerais e glutationa, um poderoso antioxidante. Seu acentuado valor energético é relacionado ao seu conteúdo em gorduras, responsável pelo aumento do colesterol HDL (considerado o bom colesterol, pois protege as artérias).

Entre suas principais propriedades nutricionais, encontramos:

  1. Ômega 6, ômega 9 e ômega 7: substâncias equilibram o organismo, ajudando na diminuição do peso corporal;
  2. Vitamina E: aumenta a ação anti-inflamatória do organismo;
  3. Alto teor de fibras que promove maior saciedade e ajuda no funcionamento do intestino;
  4. Rico em beta sitosterol: substância que ajuda a controlar os hormônios do estresse.

Benefícios

1 — Saúde:

▼ Do abacate se extrai um azeite muito bom para combater localmente a dor reumática e a dor da gota.

▼ O abacate contém muito Fósforo, que ajuda na formação dos ossos e dentes e evita a fadiga mental.

▼ Beneficia as artérias, reduzindo o mau colesterol e dilata os vasos sanguíneos.

▼ Sua gordura age como antioxidante, bloqueia o LDL, o colesterol ruim, que pode entupir as artérias e, essa gordura mantém os níveis do HDL, que é o colesterol bom.

▼ Por ser antioxidante, é um poderoso bloqueador de agentes cancerígenos.

▼Combate os gases do estômago e do intestino.

▼ Compressas quentes com o chá das folhas na cabeça, alivia nevralgias e dores de cabeça.

▼ O caroço moído e queimado, e misturado ao leite, ajuda nos  problemas renais, desinterias e doenças do aparelho reprodutor feminino.

▼ O chá combate também infecções da garganta, elimina a rouquidão e a tosse.

▼ Mastigam-se as folhas de abacate frescas para curar afecções da boca, estomatites, ânsias, além de fortificar as gengivas e os dentes.

▼ As folhas e frutos do abacateiro são usados, em chás, como diuréticos

▼ O abacate é excelente para problemas do aparelho digestivo: fígado, estômago e intestinos — gases e prisão de ventre.

▼ Ajuda na eliminação de abscessos, das doenças relacionadas às articulações — artrite, reumatismo e gota.

▼ Para afecções dos rins, não só o fruto, mas também o chá das folhas, sendo que este, ainda combate infecções, mas é preciso que as folhas estejam secas, pois as verdes, podem provocar palpitações.

▼ Usada para combater vermes: lavar e moer bem a casca de abacate, e misturar em partes iguais com casca de limão ralado; acrescentar mel e tomar em jejum uma colher de sopa.

2 — Na Cozinha: 

▼ Dá uma salada de excelente aparência quando cortado em cubos e misturado a rodelas de tomate, cebola, temperado com sal, limão e pimenta do reino.

▼ Pode ainda se transformar em sorvete, bastando para isso batê-lo no liquidificador com suco de limão, açúcar e leite e levá-lo ao congelador em forminhas.

▼ Patê
• 1 ou 2 abacates maduros
• 1 ou 2 cebolas médias bem picada
• 2 tomates bem picados
• suco de 1 ou 2 limões
• 2 ou 3 colheres de sopa de iogurte natural
• salsinha picada
• sal e pimenta do reino
• l colher de sopa de azeite de oliva extra-virgem

Amasse bastante o abacate até virar um creme. Vá adicionando os outros ingredientes e mexendo bem até incorporar e ficar cremosa e pastosa.

3 — Afrodisíaco

Muitas pessoas acreditam que a polpa do abacate tenha poderes afrodisíacos. No caroço, concentra-se parte da força libidogênica do abacate.
O macerado dos caroços preparado com vinho branco, como seu extrato fluido, são considerados como bons afrodisíacos.

4 — Beleza

Por conter uma grande quantidade de óleos e vitaminas o abacate também é um grande aliado para pele e cabelo. O abacate, rico em óleos naturais, age como excelente restaurador e conservador.

A polpa e a gordura do abacate são, há muito, empregados em cuidados de beleza, no tratamento da pele, fama que advém da sua riqueza em vitamina E e A.

Pensa-se que alguns dos seus componentes químicos estimulem a produção de colágeno, que ajuda a suavizar as rugas, conferindo à pele um aspecto fresco e saudável.

▼ Máscara para pele
• 2 colheres de sopa de abacate
• 1 colher de sopa de mel
• Bater os ingredientes no liquidificador

Aplicar na pele limpa, deixar agir 15 minutos. É ideal para quem tem pele seca porque tem um potencial hidratante muito forte.

A máscara hidrata a pele e forma uma espécie de película que age na revitalização do tecido.

▼ Máscara para cabelo
• 1/2 abacate
• 1 colher de sopa de óleo de amêndoa
• 1 copo de iogurte natural
• Bater os ingredientes no liquidificador

Aplique o creme nos cabelos e envolva num papel laminado. Deixe agir 20 minutos. Depois lave o cabelo normalmente. Esta máscara vai dar brilho e hidratar o cabelo.

Excelente para os cabelos, amacia, evita a queda, melhora o brilho, fortalecer e ainda diminiu a caspa. Revitaliza o couro cabeludo.

▼ Receita Asteca para Olhos Inchados
Descasque meio abacate e corte-o em fatias em forma de meia lua. Deite-se com algumas fatias embaixo de cada olho e descanse por cerca de 20 minutos. Você vai adorar os resultados!

Tratamento para as Mãos

Em uma tigela pequena, amasse:
• 1/4 de um abacate descascado
• 2 colheres de sopa de aveia
• 1 colher de chá de suco de limão

Misturar bem e aplicar às suas mãos. Deixar a mistura por 20 minutos, depois enxague com água morna e seque. Esse delicado esfoliante deixará suas mãos mais macias!

▼ Casca Hidratante
Uma parte muito importante do abacate que geralmente jogamos fora é a casca. Você pode usar a parte interna da casca como um hidratante rico em óleo e umectante. Apenas lave seu rosto e aplique a parte interna da casca sobre a face, fazendo suaves movimentos ascendentes.

Você pode deixar o óleo em seu rosto a noite toda ,caso possua a pele seca, ou então lavar o rosto após 15 minutos. É um hidratante perfeito para ser usado antes da aplicação da sua base ou pó
compacto!

▼ Máscara para Pele Oleosa
Em uma tigela pequena, misture cuidadosamente:
• 1/2 abacate
• 1 colher de chá de suco de limão
• 1 colher de argila

Aplique uniformemente no rosto limpo e deixe agir por 20 minutos, depois enxague com água morna em um pano. Aplique um adstringente logo depois, se quiser.

Recomendações na hora da compra e do consumo

O abacateiro começa a produzir no terceiro ano após o plantio, e a produção de uma planta adulta oscila entre 200 a 800 frutos por ano.

Seu período de safra vai de fevereiro a agosto e é importante ressaltar que o abacate só começa a amadurecer depois de colhido.

A fruta já desenvolvida pode ser deixada na árvore por seis meses sem que se estrague. Entretanto, uma vez colhido, o abacate verde amadurece em poucos dias.

Os melhores abacates são os mais pesados e firmes. Para saber se estão no ponto, é só fazer uma ligeira pressão com os dedos: os de casca fina cedem logo, os de casca mais grossa oferecem um pouco mais de resistência.

Não devem ser empilhados e nem colocados com outras frutas que possuam muito amido, porque precipitam o amadurecimento do fruto, levando-o ao apodrecimento precoce.

Devem ser guardados em lugar fresco e arejado. Quando ainda verde, não convém colocá-los na geladeira, pois o frio interrompe o processo de maturação, mas após amadurecerem podem ser conservados na geladeira por 2 a 4 semanas.

Depois de descascados, devem ser imediatamente consumidos, porque, em contato com o ar, a polpa escurece. Para evitar o escurecimento imediato da polpa, passe um pouco de limão na superfície do fruto.

Como o abacate maduro é muito sensível, amassando-se com muita facilidade, deve-se evitar que fiquem empilhados na fruteira ou no recipiente no qual são guardados.

O abacate deve ser servido cru – pois ele se torna amargo quando cozido. É possível, entretanto, acrescentá-lo a pratos quentes que já tenham sido preparados, misturando-o com um molho condimentado ou em fatias.

1. Para saber quanto comprar, calcule que 3 abacates são suficientes para fazer um creme para 6 pessoas.

2. Para que o creme de abacate não escureça, depois de pronto coloque-o num prato fundo e ponha o caroço da fruta, sem lavar, bem no meio do prato, guardando-o na geladeira até o momento de servir.

3. Para que o abacate cortado não escureça, passe uma camada fina de limão na parte cortada.

4. Para pratos salgados, só use abacates bem maduros. Caso contrário, ficarão muito amargos, dando sabor desagradável.

5. Quando for usar só uma metade do abacate, deixe a outra metade com o caroço. Isto evita que se deteriore com rapidez.

6. Para conservar o abacate maduro, envolva-o com um pano úmido e coloque na geladeira. Quando o pano secar, volte a umedecer.

Lembrando – O uso regular do abacate na alimentação beneficia as artérias, reduz o colesterol e a pressão arterial e dilata os vasos sanguíneos. O ácido oléico, seu principal componente de gordura monoinsaturada, bloqueia a toxidade do mau colesterol. O abacate também age contra a prisão de ventre, perturbações digestivas. Melhora o funcionamento da vesícula biliar, é balsâmico e ajuda a normalizar distúrbios na menstruação.
 

Especialistas em doenças cardíacas desaconselham os ácidos graxos (gorduras saturadas) de origem animal, pois elevam os níveis de colesterol no sangue, acumulando-o nas artérias e obstruindo-as o que pode levar a acidentes vasculares. Por isso os especialistas recomendam a ingestão de gorduras monoinsaturadas, como a do abacate. O grupo dos ácidos monoinsaturados atua de modo seletivo, eliminando o LDL, responsável pelo acúmulo de colesterol no sangue.

O abacate é antiinflamatório, auxilia na desintoxicação do fígado. Suas substâncias ativas, testerol e lecitina, ó tornam eficaz no tratamento das artroses, reumatismo e gota. O chá de suas folhas ou o pó do seu caroço torrado e moído acabam rapidamente com diarréia. O uso do caroço triturado e tostado, em forma de chá, elimina a tênia e outros vermes intestinais. Externamente, elimina a caspa, fortalecendo os cabelos e combatendo a calvície.

O abacate é rico em nutrientes, contém proteínas, ferro, hidrato de carbono e substâncias minerais. A sua polpa é rica em vitaminas A, B 1, B 2, E, açúcar, fitosterol, lecitina, tanino e ácido oléico, linoléico e palmítico. O abacate possui ainda glutationa, um anti-radical livre, capaz de bloquear agentes cancerígenos. As vitaminas do abacate agem contra problemas da visão, participam do crescimento dos ossos e dentes, combatem os radicais livres e atuam no processo de renovação da pele. As vitaminas do complexo B facilitam o metabolismo normal dos carboidratos. A vitamina B 1 ou tiamina, protege contra a síndrome da morte súbita, auxilia no controle a diabetes e é útil no tratamento de herpes. A B2 (riboflavina) é essencial para a produção de energia do organismo e auxilia a formação da glutationa. A vitamina E, protege contra doenças cardiovasculares, estimula o sistema imunológico, protegendo contra doenças da pele. Pode formar compostos com os radicais livres, servindo como antioxidante, chamada também de vitamina da beleza. A vitamina A é necessária para a boa visão, é anticancerígena e anti-radicais livres. A vitamina C, aumenta a imunidade contra infecções, reduz o colesterol e combate a infertilidade, tendo também ação anticancerígena.

Possui os seguintes minerais: magnésio, que é essencial à vida, ajuda no metabolismo da glicose e a nutrir os nervos e o cérebro; cálcio, que combate a osteoporose; ferro, que combate a anemia tanto em gestantes como em lactantes e ajuda a formar as hemácias; fósforo, que junto ao cálcio ajuda na mineralização dos ossos e nos neurônios, melhorando o raciocínio.

A lecitina do abacate possui substâncias essenciais ao bom funcionamento do organismo, evitando obstruções nas paredes dos vasos e artérias, que dificultam a circulação, uma vez que emulsifica biologicamente as gorduras e reveste as gotículas de lipoproteínas, tornando-as dispersas e solúveis.

Por tudo isso um “Viva” ao abacate!

Um abraço, seja sempre muito feliz!

Denise Mercer,

 

Anúncios

Leites vegetais

leites vegetaisOs leites vegetais podem ser uma ótima opção alimentar para quem anda querendo diminuir o consumo de leite animal ou mesmo retirá-lo do cardápio diário, muitas vezes seguido por simples hábito. E o melhor da história: ao adotar novos leites em sua vida, você não vai sofrer por falta de nutrientes. Pelo contrário, poderá ganhar em fibras, minerais e saúde.

Leite de castanha-de-caju

Sua principal função no organismo é proteger os vasos sanguíneos permitindo que toda a circulação do sangue flua melhor. Fornece proteínas e também diminui o colesterol.

Preparo: Um copo de castanhas para três a quatro de água. Bata, coe bem e obtenha quatro copos de saúde.

Leite de linhaça

A semente de linhaça fortalece a imunidade, pois é um alimento que apresenta substâncias bioativas, capazes de prevenir e tratar inúmeras doenças. Também diminui as triglicérides, reduz doenças cardíacas e é um antiinflamatório notável. Para os intestinos funcionarem bem, nada melhor do que utilizar a linhaça diariamente.

Preparo: Um copo de linhaça para quatro copos de água. Bata e coe três vezes em peneira fina. Dá três copos de leite.

Leite de arroz integral

Um poderoso desintoxicante. Os nutricionistas dizem que o leite de arroz “descansa” os órgãos do corpo. Tem proteínas, vitamina B1 e niacina, responsáveis pela transformação das proteínas e carboidratos em energia.

Preparo: Deixe de molho por oito a dez horas, dois copos cheios de arroz. Leve ao fogo com o dobro de água. Exemplo: dois copos de arroz para quatro de água e assim proporcionalmente. O arroz deve ficar ao fogo sob a medida da mão, ou seja, assim que a mão não suportar mais o calor, é hora de desligar e abafar. Bata e coe várias vezes seguidas. Dois copos de arroz rendem meio litro de leite.

Leite de amendoim

Protege o organismo da ação dos radicais livres e possui grande quantidade de proteínas. O óleo das sementes não é prejudicial, pois sua gordura não é saturada.

Preparo: O amendoim utilizado deve ser sem sal e sem casca. Deixe de molho um copo de grãos. Após mais ou menos 8 horas, bata-os no liquidificador com três a quatro copos de água filtrada ou mineral. Coe cerca de cinco vezes para obter quatro copos de leite puro. O amendoim é o leite que mais deixa resíduos.

Leite de nozes

Estamos falando das conhecidas “nozes de Natal” que podem ser consumidas em qualquer época do ano. As nozes, em geral, favorecem o aparelho respiratório. Sua gordura é facilmente metabolizada pelo organismo enquanto seu aspecto enrugado lembra o cérebro humano. Não por acaso, as nozes tonificam o sistema nervoso.

Preparo: Um copo repleto de nozes batidas com dois copos de água, sempre mineral ou filtrada, dá de três a quatro copos de um leite surpreendentemente saboroso!

Leite de quinua

Comparada ao leite materno em valor nutritivo, a quinua é riquíssima em proteínas e, segundo os antigos incas, o alimento mais rico do planeta em aminoácidos e vitaminas.

Preparo: Coloque de molho por oito horas um copo de quinua em grãos. A seguir, bata no liquidificador com três copos de água filtrada ou mineral e coe por três vezes. Rende cerca de meio litro de leite.

Leite de sementes de abóbora

Verdadeira mina de ferro, fósforo e cálcio, combate anemia, ajuda na formação de glóbulos vermelhos, na oxigenação das células e na formação de ossos, músculos e cérebro. Limpa os intestinos e combate vermes. As sementes frescas são indicadas para náuseas e enjôos das gestantes.

Preparo: Para obter um litro desse néctar de saúde, separe um copo de sementes e deixe-as de molho por uma noite. De manhã, bata com três ou quatro copos de água filtrada. Coe bem.

Leite de soja

Um grão de “bom senso”, tamanho o seu equilíbrio nutricional. Possui fósforo, magnésio, ferro, cálcio, cobre, diversos aminoácidos essenciais, e doze vezes mais proteína do que o leite de vaca. Por ser altamente nutriz, a soja não só revitaliza como proporciona uma verdadeira regeneração celular.

Preparo: A soja necessita ficar de molho no mínimo seis horas. Após esse período, bata-a no liquidificador na proporção de um copo do grão para três de água filtrada ou mineral. Coe em um pano, espremendo bem o bagaço e leve o leite ao fogo até ferver – com cuidado para não entornar. Após levantar fervura, abaixe o fogo e deixe-o cozinhando por 30 minutos. Um copo de soja dá cerca de dois litros de leite. Seu resíduo, a okara, também precisa de cozimento antes de ser reaproveitado como alimento.

Leite de aveia

A aveia é um cereal importante na alimentação dos diabéticos, pois contém fibras solúveis, que auxiliam no controle da glicemia. Protege o coração e a circulação contra a aterosclerose. É rica em cálcio, ferro, magnésio, vitaminas do complexo B e por conter fibras, facilita o fluxo intestinal.

Preparo: Separe um copo de aveia em flocos. Hidrate em água por uma noite. Na manhã seguinte, bata com três a quatro copos de água, coe e obtenha um litro de leite.

Leite de gergelim

O gergelim é ótimo para os músculos e o cérebro. Tem muita proteína e ácido fólico, essencial na formação das células sanguíneas.

Preparo: Um copo de sementes de gergelim dá quatro copos de leite. Deixe as sementes de molho por oito horas e bata com quatro copos de água. O resíduo do gergelim batido pode virar um delicioso “queijelim”. Acrescente azeite, sal, orégano e misture bem até atingir a consistência de corte.

Leite de castanha-do-pará

As castanhas-do-pará são conhecidas como “pílulas da felicidade”. Cada uma possui 60 mcg de selênio, um importante antioxidante que varre as impurezas das células. Contém ainda vitaminas E e B1, que exercem papel importante no metabolismo das proteínas e na geração de energia.

Preparo: Um dos mais saborosos! É como tomar leite vindo diretamente da castanheira… Deixe um copo de castanhas pré-lavadas de molho por cerca de oito horas. Bata com quatro copos de água – sempre filtrada ou mineral – para obter três copos de leite. Por ser um leite mais gorduroso, o leite de castanhas precisa ser coado quatro vezes.

Leite de girassol

Talvez sua principal propriedade seja a de ser um antioxidante poderoso, protegendo o organismo contra a poluição, o estresse e o envelhecimento precoce. É rico em proteínas e contém minerais como fósforo, cobre, ferro, zinco e vitaminas B6, E e K.

Preparo: As sementes de girassol utilizadas podem ser com ou sem casca. O importante é que não contenham sal. Deixe um copo de sementes pré-lavadas imersas em água por oito horas. Em seguida, bata no liquidificador com três a quatro copos de água filtrada. Coe bem para obter cerca de meio litro de leite “regado pelo sol”!

Dicas

Todo leite vegetal pode ser tomado puro ou adoçado com melaço, açúcar mascavo, etc. Vale inventar e criar suas próprias receitas. Eles combinam muito bem com frutas e podem ser batidos no liquidificador com banana, mamão, maçã, abacate, até abacaxi.

Também ficam ótimos com frutas secas como ameixa-preta (sem caroço), damascos e uva-passa. Uma boa opção é deixar as frutas secas de molho por algumas horas antes de acrescentá-las ao leite, para que fiquem mais macias e soltem com facilidade seu açúcar natural.

Um abraço, Denise Mercer.