Sobre felicidade….

mulheres árvoresDurante um seminário, um dos palestrantes perguntou a uma das esposas:
“Seu marido lhe faz feliz? Ele lhe faz feliz de verdade?”

Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando total segurança. Ele sabia que a sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento.

Todavia, sua esposa respondeu a pergunta com um sonoro “NÃO”, daqueles bem redondos!

“Não, o meu marido não me faz feliz.”

O marido ficou desconcertado, mas ela continuou: “Meu marido nunca me fez feliz e não me faz feliz! Eu sou feliz”.

“O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele; e sim de mim. Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade.

Eu determino que serei feliz em cada situação e em cada momento da minha vida, pois se a minha felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância sobre a face da Terra, eu estaria com sérios problemas.

Tudo o que existe nesta vida muda constantemente: o ser humano, as riquezas, o meu corpo, o clima, o meu chefe, os prazeres, os amigos, minha saúde física e mental. E assim eu poderia citar uma lista interminável.

Eu preciso decidir ser feliz independente de tudo o que existe!

Se tenho hoje minha casa vazia ou cheia: sou feliz! Se vou sair acompanhada ou sozinha: sou feliz! Se meu emprego é bem remunerado ou não, eu sou feliz! Hoje sou casada, mas eu já era feliz quando estava solteira.

Eu sou feliz por mim mesma. As demais coisas, pessoas, momentos ou situações eu chamo de “experiências que podem ou não me proporcionar momentos de alegria ou tristeza.”

Quando alguém que eu amo morre, eu sou uma pessoa feliz num momento inevitável de tristeza.

Aprendo com as experiências passageiras e vivo as que são eternas como amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar.

Há pessoas que dizem: hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque está muito frio, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque eu não soube me dar valor, porque meu marido não é como eu esperava, porque meus filhos não me fazem felizes, porque meus amigos não me fazem felizes, porque meu emprego é medíocre e por aí vai….

Amo a vida que tenho mas não porque minha vida é mais fácil do que a dos outros. É porque eu decidi ser feliz como indivíduo e me responsabilizo por minha felicidade.

Quando eu tiro essa obrigação do meu marido e de qualquer outra pessoa, deixo-os livres do peso de me carregar em seus ombros. A vida de todos fica muito mais leve.
E é dessa forma que consegui um casamento bem sucedido ao longo de tantos anos.

Nunca deixe nas mãos de ninguém uma responsabilidade tão grande quanto a de assumir e promover sua felicidade!

SEJA FELIZ, mesmo que faça calor, mesmo que esteja doente, mesmo que não tenha dinheiro, mesmo que alguém tenha lhe machucado, mesmo que alguém não lhe ame ou não lhe dê o devido valor.

Este tem que ser um exercício diário.

Um grande abraço, Denise Mercer

Coincidência raríssima de três eventos astronômicos ocorre hoje – 20/03/2015

Eclipse solar
A última vez em que pudemos observar um eclipse solar total foi em novembro de 2013. O fenômeno acontece quando a Lua se interpõe entre a Terra e o Sol, bloqueando momentaneamente a passagem da luz. Nesta sexta-feira (20/3), alguns poucos lugares do mundo vão poder admirar o evento em sua totalidade. Mas o mais curioso é que outros dois acontecimentos astronômicos estão marcados para a mesma data: o equinócio de outono, momento do ano em que o dia e a noite têm a mesma quantidade de horas, e o perigeu lunar, ponto em que a órbita da Lua está mais próxima da superfície terrestre, causando as chamadas superluas.

Não que um fenômeno influencie os outros consideravelmente, mas coincidências celestes são sempre interessantes. Segundo o The Independent, as próximas vezes que um eclipse solar ocorrerá ao mesmo tempo em que um equinócio serão em 2053 e 2072.

Eclipse solar – Sexta-feira pela manhã, a enorme sombra em formato elíptico da Lua, que terá 463 quilômetros de comprimento por 150 quilômetros de largura, começará a ser projetada no Atlântico Norte, um pouco ao sul da Groenlândia. Ela vai seguir uma trajetória semelhante a um semicírculo, passando entre a Islândia e o Reino Unido e depois seguindo até o Polo Norte. No caminho, ela encobrirá as ilhas dinamarquesas Faroé e, em seguida, o arquipélago de Svalbard, que pertence à Noruega.

São as únicas povoações humanas que poderão ver 100% do eclipse. No entanto, outras localidades próximas também vão estar em condições favoráveis, sobretudo os países britânicos e nórdicos. Na Europa, em geral, será possível ver de 50 a 99% do diâmetro do Sol eclipsado, de acordo com a cidade. Esta tabela mostra dados detalhados, como horário e magnitude, para cada lugar. O norte da África e alguns locais da Ásia e Atlântico também poderão ver um pouco do evento (confira a tabela – http://www.eclipsewise.com/oh/oh-tables/ec2015-Tab02a.pdf).

Apesar de não estarem na rota da sombra, os brasileiros ainda podem apreciar o eclipse através desta transmissão do site Slooh. Se você estiver em alguma área contemplada, lembre-se: nunca olhe para o Sol sem equipamentos de proteção! Isso pode causar danos permanentes à visão.

Superlua – A órbita da Lua não é perfeitamente circular, por isso existe um ponto em que o astro fica consideravelmente mais próximo da Terra – fazendo com que pareça bem maior no céu. Quando o perigeu lunar coincide com a lua cheia, ocorrem as superluas, um evento muito bonito de se observar a olho nu. Infelizmente, no perigeu desta sexta-feira (20), o terceiro do ano, a Lua estará em fase nova, portanto não será visível. Ele ocorrerá 13,5 horas antes do eclipse, e a proximidade do satélite natural promete influenciar, de certa maneira, as dimensões da sombra projetada.

Equinócio de outono – Os equinócios e solstícios são conhecidos desde a Antiguidade e sempre foram celebrados por diversas culturas. Eles estão relacionados com o eixo da Terra: durante o equinócio de outono (ou de primavera, no Hemisfério Norte) a Terra recebe os raios do sol perfeitamente perpendiculares à superfície. Por este motivo, nesta sexta-feira, o dia e a noite terão a mesma quantidade de horas. Depois do evento, os dias começam a ficar mais curtos aqui no Hemisfério Sul, conforme vamos caminhando para o inverno, e mais longos no Hemisfério Norte, que se aproxima do verão.

Começa hoje o Ano Novo Astrológico, com o Sol ingressando em Áries.

Na Cosmologia Maia, estamos vivendo o Kin SERPENTE ESPECTRAL, guiado pela própria SERPENTE, convidando a nos despirmos definitivamente da antiga casca aprisionadora da Era de Peixes, tão marcada por distorções religiosas e sociais, tão separatista e, muitas vezes, cruel. Momento de deixar ficar apenas a beleza dos ensinamentos do Mestre Jesus (avatar desta Era) e dissolver todos os abusos cometidos em nome do Sagrado! Seguindo o exemplo da Serpente, crescer só é possível se a casca limitante for deixada definitivamente!

A Onda Encantada que estamos vivenciando é a da ÁGUIA, a visionária, a representante do Grande Espírito, que hoje se encontra com a Serpente, cumprindo a profecia do encontro do Céu com a Terra, do que rasteja com o que voa, do Divino Quetzalcoatl, quando o que rasteja se funde com o que tem asas e o religare se cumpre, nos deixando prontos para receber o retorno da Luz!

O kin do dia do eclipse, hoje, 20/03/2015, do Ano Novo Astrológico e do Equinócio é o Kin ENLAÇADOR DE MUNDOS CRISTAL, guiado pelo ESPELHO, dando-nos a grande oportunidade de viver este momento tão crucial de passagem com a energia da COOPERAÇÃO, do entendimento de que só somos fortes quando nos reconhecermos como UM, sob a guiança do ESPELHO, que traz a consciência de que podemos (e devemos) espelhar na Terra a perfeição do Céu!

A energia deste Kin traz a MORTE, que será representada fisicamente pelo ECLIPSE, quando a Luz morre momentaneamente para retornar exuberante e transformadora, renascendo para o benefício de todos os Seres!

No dia seguinte, 21 de março, teremos o Kin MÃO CÓSMICA, o poder da transcendência e da definitiva CURA em nossas Mãos!

Tudo isso dentro da quaresma, em preparação para a páscoa cristã, que neste auspicioso ano coincidirá com o pessach Judaico.

O Universo todo conspira, manifestando na terceira dimensão os sinais da ILUMINAÇÃO!

Que sejamos abençoadores e abençoados!

Que sejamos a Luz que renasce das sombras!

Que sejamos Divinos Humanos!

Que sejamos Humanos Divinos!

Que sejamos luz, amor, saúde e paz!

Um forte abraço, Denise Mercer.

Complexo de Édipo

edipoComplexo de Édipo – O Complexo de Édipo é um fenômeno que pode ocorrer de três formas diferentes: na infância, na adolescência e na idade adulta.

Em cada um desses períodos o Complexo de Édipo se apresenta de uma determinada forma.

Vamos ao mito que o originou…

O MITO DE ÉDIPO REI

Na antiguidade, os gregos cultuavam uma série de deuses (Zeus, Hera, Afrodite, etc.) e semideuses, acreditando que os mesmos tinham forma humana. Por isso, a religião deles era conhecida como politeísta antropomórfica.

A distinção entre deuses e semideuses se dava através do fato de que os deuses eram imortais e provenientes da geração divina. Já os semideuses eram fruto da relação de um deus com uma mortal e não tinham a imortalidade.

Um mito clássico na História da Filosofia é o da tragédia [Gênero de teatro grego que retratava temas morais e religiosos] Édipo rei, que posteriormente, no século XIX, foi utilizado por Freud para falar do amor dos filhos para com os pais durante a infância. A história é seguinte:

Laio, rei da cidade de Tebas e casado com Jocasta, foi advertido pelo oráculo [Local destinado à consulta dos deuses na Grécia antiga. O oráculo mais famoso era o de Delfos, que foi consagrado ao deus Apolo] de que não poderia gerar filhos e, se esse mandamento fosse desobedecido, o mesmo seria morto pelo próprio filho, que se casaria com a mãe.

O rei de Tebas não acreditou e teve um filho com Jocasta. Depois, arrependeu-se do que havia feito e abandonou a criança numa montanha com os tornozelos furados para que ela morresse. A ferida que ficou no pé do menino é que deu origem ao no me Édipo, que significa pés inchados. O menino não morreu e foi encontrado por alguns pastores, que o levaram a Polibo, o rei de Corinto. Este que o criou como filho legítimo. Já adulto, Édipo também foi até o oráculo de Delfos para saber o seu destino. O oráculo disse que o seu destino era matar o pai e se casar com a mãe. Espantado, ele deixou Corinto e foi em direção a Tebas. No meio do caminho, encontrou com Laio que pediu para que ele abrisse caminho para passar. Édipo não atendeu ao pedido do rei e lutou com ele até matá-lo.

Sem saber que havia matado o próprio pai, Édipo prosseguiu sua viagem para Tebas. No caminho, encontrou-se com a Esfinge, um monstro metade leão, metade mulher, que atormentava o povo tebano, pois lançava enigmas e devorava quem não os decifrasse. O enigma proposto pela esfinge era o seguinte: Qual é o animal que de manhã tem quatro pés, dois ao meio dia e três à tarde? Ele disse que era o homem, pois na manhã da vida (infância) engatinha com pés e mãos, ao meio-dia (idade adulta) anda sobre dois pés e à tarde (velhice) precisa das duas pernas e de uma bengala. A Esfinge ficou furiosa por ter sido decifrada e se matou.

O povo de Tebas saudou Édipo como seu novo rei, e entregou-lhe Jocasta como esposa. Depois disso, uma violenta peste atingiu a cidade e Édipo foi consultar o oráculo, que respondeu que a peste não teria fim enquanto o assassino de Laio não fosse castigado. Ao longo das investigações, a verdade foi esclarecida e Édipo cegou-se e Jocasta enforcou-se.

O COMPLEXO DE ÉDIPO

No século XIX, Sigmund Freud fez uma reinterpretarão do mito de Édipo, denominada como o Complexo de Édipo. Segundo Freud, o Complexo de Édipo é um conjunto de desejos amorosos e hostis, que uma criança experimenta em relação aos seus pais. Em sua forma positiva, o complexo é semelhante à história do mito, ou seja, desejo da morte do rival que é a pessoa do mesmo sexo e desejo sexual pela personagem do sexo oposto. Em sua forma negativa, apresenta-se de forma inversa, ou seja, raiva do sexo oposto e amor pelo mesmo sexo.

De acordo com o pensamento freudiano, o Complexo de Édipo é vivido entre os três e os cinco anos e desempenha um papel fundamental na estruturação da personalidade e na orientação do desejo humano. Ele ainda ressalta a influenciado comportamento dos pais na vida da criança.

O complexo começa a se manifestar quando o menino começa a manifestar de forma exagerada a preferência pela mãe. O menino passa a desejar que a mãe exista somente para ele, torna-se ciumento em relação ao pai e faz tudo para eliminá-lo de sua convivência com a mãe. Ao mesmo tempo, ou posteriormente, sente-se culpado de uma falta grave, experimenta remorsos em relação ao pai. A mesma coisa acontece com a menina: ela passa a desejar o pai e a repelir a mãe. Nesse caso o nome que se dá ao complexo é o de Complexo de Electra.

O fato de que as crianças sejam capazes de ter sentimentos amorosos em relação a seus pais não constitui motivo de espanto para nós, pois já sabemos que as crianças têm vida sexual e o seu sexo não se manifesta de forma genital. Freud afirma, além disso, que o Complexo de Édipo não só é normal, como inclusive ele aparece e depois desaparece normalmente durante a infância. Com o simples passar do tempo o complexo vai se dissolvendo e surge em seu lugar um perfeito equilíbrio nas relações entre pais e filhos. Quando a evolução é normal, as coisas se passam mais ou menos da seguinte forma:

1) O menino se liga a sua mãe por meio dos cuidados, as atenções e os carinhos maternais. Com o tempo ele passa a querer sua mãe só para si: deseja possuí-la totalmente.
2) Depois ele descobre a importância do pai. Percebe que não é só ele que ama sua mãe. O pai também a ama e por isso torna-se seu rival.
3) O menino deseja casar com sua mãe, deseja possuí-la completamente só para si, sem interferência do pai.
4) Como ela já tem um marido, o menino deseja eliminar aquele rival importuno. Luta para conseguir isso, mas evidentemente não pode vencer o pai, pois esse é muito mais poderoso do que ele. O jeito que encontra para se vingar é o de tornar-se agressivo, cínico, desobediente entre outros.
5) Com o tempo, o menino muda sua maneira de amar. Em vez de querer a mãe só para si, ele passa daqui por diante a uma nova tendência: deseja proteger a mãe, tenta envolvê-la com o manto protetor contra o que possa vir contra ela. Não permite que ninguém a magoe.
6) Nessa fase, continua em competição com o pai, mas já agora admirando as qualidades do pai. Passa a imitá-lo, deseja igualar-se a ele e tornar-se mais importante do que ele. A essa altura, o menino já está “bancando o homenzinho”.
7) Ao ir se tornando adulto, o menino vai se tornando independente, vai se desligando pouco a pouco da mãe. Na medida em que sua personalidade viril vai se firmando, ele deixa de competir com o pai e começa a tratá-lo normalmente.
8) Como um adulto normal, ele passa a se interessar pelas outras mulheres. Um belo dia se casa normalmente, sem que o Complexo de Édipo tivesse deixado qualquer marca mais profunda em sua personalidade.

Em alguns casos é possível encontrar alguns dos elementos essenciais para uma teoria do narcisismo. São eles: a ideia do eu como objeto de amor, o postulado de uma identificação como base do narcisismo e, ainda, a relação desses com as escolhas amorosas.

Em psicanálise o narcisismo representa um modo particular de relação com a sexualidade, sendo um conceito crucial para a formação da teoria psicanalítica tal qual conhecemos hoje, em 1914, Freud lançou o livro Sobre a Introdução do Conceito de Narcisismo, neste livro Freud subdivide o narcisismo em duas fases:

• Narcisismo primário – é a fase autoerótica, o primeiro modo de satisfação da libido, onde as pulsões buscam satisfação no próprio corpo. Nesse período ainda não existe uma unidade do ego, nem uma diferenciação real do mundo.

• Narcisismo secundário – ocorre em dois momentos: o investimento objetal e o retorno desse investimento para o ego. Quando o bebê já consegue diferenciar seu próprio corpo do mundo externo ele identifica quais as suas necessidades e quem pode satisfazê-las, então concentra em um objeto suas pulsões parciais, geralmente na mãe.

O narcisismo não é apenas uma condição patológica, mas também um protetor do psiquísmo. Um narcisismo “que promove a constituição de uma imagem de si unificada, perfeita, cumprida e inteira”. Ultrapassa o autoerotismo para fornecer a integração de uma figura positiva e diferenciada do outro.

Em outros casos, o rapaz pode se tornar um tipo submisso e acovardado, que experimenta sempre a necessidade de sentir-se inferior aos demais. De modo geral, o adulto tende a ver uma reprodução de seu pai em todos os homens com quem entra em relação. Encara todos os superiores como se fosse o próprio pai. Como continua experimentando o sentimento de culpa procura obter as boas graças do chefe, do professor, do patrão, das autoridades em geral. Ele faz tudo para ser agradável porque necessita, mais do que qualquer pessoa normal, de se sentir aprovado pelos outros, de conquistar a simpatia e a indulgência dos outros.

O menino que ama sua mãe percebe rapidamente que ela não pertence exclusivamente a ele, pois ela pertence também a seu pai. Tal fato pode marcar profundamente a personalidade da criança e isso acontece quando em seu espírito se instala a ideia de que o amor é sempre assim. Ele passa a achar que a disputa do objeto amado é essencial para haver amor: o fato de ter que disputar sua mãe contra seu pai se converte para ele numa fonte de excitação e prazer.

Às vezes pode ocorrer, por algum motivo determinados fatores que impedem esse desenvolvimento normal, aí as consequências podem ser bastante dolorosas. Dependendo do caso, o Complexo pode estragar completamente a vida do adulto, como: Os homens que não conseguem vencê-lo tornam-se frequentemente afeminados, acovardados e medrosos; as mulheres adquirem uma virilidade excessiva e prejudicial. Homens e mulheres tornam-se impotentes e frios, demonstrando grande timidez sexual. Experimentam sentimentos de inferioridade e o medo permanente de não serem aprovados nas coisas que fazem. Sentem-se culpados por atos que não realizaram sem que haja motivo algum para isso. Tornam-se excessivamente agressivos ou, ao contrário, sentem-se desarmados diante da vida. Frequentemente, o complexo de Édipo provoca a homossexualidade, masculina ou feminina.

Quando o Complexo de Édipo não é eliminado normalmente durante a infância é de esperar que ele continue a atuar nas idades posteriores e venha a se manifestar sob a forma de vários sintomas durante a vida adulta.

As tendências libidinais pertencentes ao complexo de Édipo são em parte dessexualizadas e sublimadas (o que provavelmente acontece com toda a transformação em uma identificação) e em parte são inibidas em seu objetivo e transformadas em impulsos de afeição.

Caracterizado pelo escolha que o indivíduo deve fazer, perante o conflito entre as exigências impostas por forças exógenas (família, sociedade, religião, leis, etc…), de continência ao prazer individal, e o desejo do indivíduo pelo prazer sem limites; o Édipo mal resolvido pode ser fonte de angustias, neuroses, perversões e outras formas de distúrbios psíquicos e de comportamento.

Creio que a saída saudável para o Édipo é o indivíduo, ao se tornar adulto, entender que as regras (forças exógenas) não tem carater onipotente; ou seja: as regras são referenciais feitas pelos homens (seres humanos ADULTOS) para a manutenção do convívio social e podem (e devem) ser negociadas entre os membros de uma mesma sociedade. Ao tomar o seu lugar na sociedade, como ser humano adulto, a ex-criança, agora adulta, se torna também PAI (inclusive no sentido biológico), emanador das regras negociadas com seus iguais.

Importante amadurecer. Ser feliz!

Um abraço, Denise Mercer.

Amora e seus benefícios

caldeirao_com_amora_pretaAs Amoras são frutos agregados, ou seja, são formados pela agregação de vários frutos menores denominados mini-drupa ou drupete. A maioria das espécies conhecidas pertence ao gênero Rubus (frutos mais arredondados) e Morus (frutos um pouco mais alongados) sendo encontrados principalmente em regiões temperadas do hemisfério Norte e América do Sul. Existem vários tipos de amoras que diferem na coloração. Podem ser vermelhas, brancas e negras, e seu tamanho é pequeno, medindo entre 1 a 3 centímetros, dependendo da espécie. São uma boa fonte de ferro e vitamina C e na maioria das vezes consumidas in natura, em conserva, compotas, geleias, tortas, vinhos, entre outros.

Acredita-se que as amoras são nativas da Ásia, Europa, América do Norte e do Sul. No entanto, as amoras são cultivadas em regiões específicas, em grande parte proveniente de espécies nativas da região. Foram e ainda são utilizadas com propósitos medicinais. As amoras contém grandes quantidades de antocianinas, que são encontradas no pigmento que dá os frutos suas cores. Antocianinas são poderosos antioxidantes que ajudam a reverter os danos celulares causados pelos radicais livres, e são úteis na prevenção de doenças cardíacas, câncer e derrames. Além disso, as antocianinas encontradas não somente nas amoras, como em várias frutas, podem ser utilizadas na indústria alimentícia como corante natural.

Por ser uma fruta rica em cálcio, a amora é muito eficaz no combate a osteoporose. As folhas da amoreira são usadas para fazer chá, muito útil no tratamento de diarreias, inflamações da boca e garganta. Também com o uso do chá de amora, pode-se reduzir os níveis de açúcar no sangue, o que é muito bom para diabéticos.

Uma das espécies mais comum é a amora preta, que é arredondada, inicialmente vermelha e depois preta, quando bem madura. É uma fruta muito nutritiva e tem apenas 52 calorias em 100 gramas. Cerca de 80% de sua composição é de água e contém boas quantidades de fibras (entre 3,5 e 4,7%). A amoreira preta é um arbusto que pode atingir 2 metros de altura e seu caule é flexível, geralmente coberto por espinhos. As flores são rosadas ou brancas. As raízes são permanentes e delas formam as brotações que se desenvolvem, florescem e frutificam nos ramos.

A amoreira branca (Morus alba), é cultivada para a criação de bicho da seda, que se alimenta exclusivamente de suas folhas, que também são cortadas para alimentar animais (bovinos, caprinos, etc.) em áreas onde as estações secas restringem a disponibilidade de vegetação rasteira.  Os frutos também são consumidos, geralmente secos ou transformados em vinho.

A amora silvestre, também chamada de amora ártica é um fruto de uma longa tradição na Finlândia, onde são tradicionalmente consumidos juntamente com um queijo local chamado “Leipäjuusto”. A planta da amora silvestre, com suas flores e frutos, aparecem nas moedas de dois euros deste país.

Benefícios da Amora para a saúde

  • Estudos científicos mostram que o consumo de amora tem apresentado potenciais efeitos na saúde contra envelhecimento, câncer, doenças neurológicas, inflamações, diabetes e infecções bacterianas.
  • Amora contêm poucas calorias, apenas 43kcal por 100g do fruto. O fruto ainda contêm fitonutrientes compostos, como polifenóis antioxidantes, pigmentos minerais e vitaminas que são essenciais para uma ótima saúde. As amoras têm valores significativamente elevados de fitoquímicos fenólicos e flavonóides chamados antocianinas.
  • A polpa da amora contém resveratrol, outro antioxidante flavonóide polifenol. O resveratrol protege contra o risco de acidente vascular cerebral, alterando os mecanismos moleculares nos vasos sanguíneos e reduzindo sua suscetibilidade a danos por diminuição da atividade da angiotensina – um hormônio sistêmico que causa constrição dos vasos sanguíneos, elevando a pressão arterial e o aumento da produção do hormônio vasodilatador, o óxido nítrico.
  • Além disso, a polpa da amora é uma excelente fonte de vitamina C com 36,4mg por 100g e cerca de 61% de RDI, um poderoso antioxidante natural. O consumo de alimentos ricos em vitamina C ajudam o corpo a desenvolver resistência contra agentes infecciosos e inflamações, além de varrer os radicais livres nocivos.
  • A amora também contém pequenas quantidades de vitamina A e vitamina E. O consumo fornece outro grupo de promotores de saúde dos flavonóides antioxidantes polifenólicos, como luteína, zeaxantina, betacaroteno e a caroteno em pequenas quantidades, mas notavelmente significativo. Em conjunto, estes compostos eliminam os radicais livres e espécies reativas de oxigênio que atuam em processos de envelhecimento e de várias doenças. A zeaxantina, é um carotenóide importante na dieta seletiva, concentrado na mácula lútea da retina, onde proporciona funções antioxidantes e protege a retina dos raios ultravioletas nocivos.
  • O fruto de amora é  uma excelente fonte de ferro, característica rara entre as bagas por conter 1,85mg por 100g – cerca de 23% de RDI. O ferro, componente da hemoglobina no interior das células vermelhas, determina a capacidade de transporte de oxigênio do sangue. A amora também é boa fonte de minerais como potássio, manganês e magnésio. O potássio é um componente importante dos fluidos das células e do corpo, que ajuda a controlar a frequência cardíaca e da pressão sanguínea. O manganês é usado pelo corpo como um cofator para a enzima antioxidante superóxido dismutase.
  • A amora é rica em vitamina K e vitaminas do complexo B. Contém boas quantidades de vitamina B-6, niacina, riboflavina e ácido fólico. Essas vitaminas funcionam como cofatora e ajudam o corpo no metabolismo dos carboidratos.

A amora, em minha casa chamávamos de amorinha, é deliciosa, linda e carregada de vitaminas e minerais fundamentais para nossa saúde e pode também, minimizar o desconforto gerado pela menopausa nas mulheres.

Um grande VIVA para esta frutinha tão especial!

Denise Mercer.

 

Vamos tentar entender um pouco mais sobre as proteínas…..

proteina-vegetalComeçando….

Os aminoácidos são os constituintes básicos das proteínas (compostos que contém um grupo amino e uma função ácida). Existem na natureza mais de trezentos aminoácidos, e os seres vivos necessitam apenas de 23 deles, necessários à síntese de milhares de proteínas diferentes, combinados em diferentes sequências e proporções. São ele: alanina, arginina, asparagina, ácido aspártico, cisteína, cistina, ácido glutâmico, glutamina, glicina, histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina, prolina, serina, treonina, triptofano, taurina, tirosina, ornitina e valina.

Lindos nomes para crianças, como eu sempre dizia aos meus alunos… futuros papais e mamães deem uma olhadinha….

Os aminoácidos são classificados em essenciais (aqueles que não podem ser sintetizados pelo organismo) e não essenciais (os que podem ser sintetizados).

As proteínas animais (carnes, aves, peixes, LEITE, QUEIJOS e outros derivados do leite e ovos) são boas fontes de aminoácidos essenciais.

As proteínas de origem vegetal são adequadas e importantes na nutrição humana, podendo ser menos complexas.

As leguminosas possuem altos teores de aminoácidos e baixos teores de aminoácidos enxofrados (cisteína, cistina, metionina e taurina); os cereais, em sua maioria, tem pouca lisina. As frutas e hortaliças tem pouca quantidade. Já a associação de vários vegetais (arroz, feijão, trigo, soja, etc..) na alimentação podem proporcionar níveis adequados de aminoácidos. É possível sim, ter uma dieta vegetariana com níveis adequados de proteínas.

Agora podemos começar uma pesquisa sobre quais alimentos são ricos em cada aminoácido que nosso corpo necessita.

São fontes de proteínas completas alguns vegetais como:

1. Semente de cânhamo (mas é preciso redescobri-las pois caíram em desuso atualmente. Algumas variedades são ricas em THC e têm componentes psicotrópicos, mas é apenas uma questão de cultivar somente as espécies adequadas, que foi o que sempre se fez nos países mediterrânicos).
– Além de ser uma proteína completa, é rica em ômega 3. Adicione sementes de cânhamo em saladas e sucos, essa é uma ótima forma de ingestão de proteínas.

2. Quinoa
– Esta alternativa sem glúten não apenas é superior em aminoácidos do que muitos grãos, mas também contém ácidos graxos essenciais. Pode-se substituir o arroz integral pela quinoa (boa opção de proteína).

3. Mar de Legumes
Algas têm sido fontes de proteína para muitas civilizações durante milhares de anos. É possível trocar o macarrão normal por macarrão de algas ou incluí-las de outra forma na sua alimentação. Use a imaginação.

Lembrando: Altos níveis de gordura saturada no sangue aumentam o colesterol e contribuem para artérias obstruídas. As gorduras saturadas são encontradas principalmente na carne, em alguns laticínios e nos ovos). As gorduras insaturadas (encontradas em nozes e sementes) são as alternativas saudáveis para ajudar a manter seu coração saudável.

Atletas de todos os tipos, desde pessoas que fazem musculação, iogues, corredores … podem construir força e massa muscular só com proteínas de origem vegetal. A melhor proteína vem de alimentos alcalinizantes, tais como as proteínas de origem vegetal magra – encontrada em nozes, sementes germinadas, ou pseudo-grãos (amaranto, quinoa, trigo sarraceno). Outro benefício das proteínas de origem vegetal é que as mesmas são ricas em antioxidantes que ajudam a reduzir a inflamação causada pelo exercício, fazendo com que o seu corpo se recupere mais rápido, além de prevenirem o envelhecimento. Então você fica bonito e saudável. 🙂

Deixo como fonte para a pesquisa dois livros:
– Nutrientes terapêuticos (José Gilberto Perez de Moura)
– Nutrição Cerebral (Helion Póvoa; Juarez Callegaro e Luciana Ayer)

Seja feliz e saudável!

Um abraço, Denise Mercer.

2014 – Ano do Cavalo de Madeira

Ano do Cavalo de MadeiraO cavalo é um símbolo universal da força que, quando bem direcionada, pode nos levar muito longe.

No Horóscopo chinês 2014 será o ano do Cavalo, e terá seu início no dia 31 de janeiro.

O Cavalo significa movimento, comunicação e o poder que o homem tem de transformar a sua realidade.

A astrologia chinesa utiliza 12 animais sagrados como símbolos para representar as energias dominantes de cada ano e das pessoas nascidas nos mesmos. Os animais são: Rato, Boi, Tigre, Coelho, Dragão, Serpente, Cavalo, Cabra, Macaco, Galo, Cão e Porco.

O horóscopo chinês diz que existem 5 elementos para cada um dos signos, são eles: Metal, água, madeira, fogo e terra e são diretamente associados ao animal do signo regente e revezando-se a cada ano do respectivo animal, sendo assim neste ano de 2014 comemoramos o Cavalo de Madeira que retorna após 60 anos e consigo traz um grande simbolismo.

Regido pelo elemento fogo o ano do cavalo será de transformações, momento ideal para colocar em pratica antigas ideias e promover grandes mudanças na vida pessoal e profissional.

O Cavalo sempre é regido pelo elemento fogo, juntamente com o elemento que rege o ano, o que faz com que os anos regidos por ele sejam de grandes e profundas transformações, grandes movimentos e até mesmo anos turbulentos.

Ao mesmo tempo, é uma grande oportunidade de colocar em prática antigos projetos e ideias que não saíram do papel e fazer grandes mudanças na vida pessoal e profissional, uma vez que o cavalo é um animal forte, disposto, trabalhador e vivaz, o que nos favorece nos momentos de adversidades.

O cavalo é um símbolo universal e é conhecido por ser um grande aliado do ser humano, um trabalhador incansável, símbolo da força que quando bem direcionada pode nos levar muito longe.

Vamos aproveitar a força deste ano para colocarmos em atividades projetos que estão parados, aquelas ideias que nunca saíram da gaveta. É o momento de utilizar a força do fogo para transformar intenções em atitudes e transformar algo do plano intelectual para o plano físico, é o momento de agir amparado pela força do cavalo, pela transformação do fogo e pela maleabilidade da madeira.

Ser feliz sempre!

Feliz Ano Novo!!!

Denise Mercer.

Dia de Reis

reis-magosO dia seis de janeiro é o Dia dos Reis Magos.

Os Reis Magos Belchior, Baltazar e Gaspar podem não ter sido reis, provavelmente, era um grupo de sacerdotes da religião zoroástrica da Pérsia ou apenas conselheiros que tinham conhecimento em astrologia. O caso é que o significado dos Três Reis Magos vai muito além dos fatos e da história.

De acordo com a história, o africano Baltazar, de 30 anos, o asiático Gaspar, de 15, e o europeu Belchior, de 40, foram os primeiros a visitar o menino Jesus. Eles descobriram que se tratava do nascimento de um rei por causa da Estrela de Belém, e antes mesmo de partirem em busca do Cristo, foram ao palácio do rei Herodes, em Jerusalém. Este, que nada sabia, sentiu-se alarmado e pediu aos magos que o encontrassem.

Os nomes deles já representam a importância do acontecimento: Gaspar significa “aquele que vai inspecionar”, Belchior, “meu rei é luz”, e Baltazar, “Deus manifesta o rei”. Pretendia-se que eles representassem os reis de todo o mundo, então cada um era de uma etnia e idade diferente.

Os magos ofereceram três presentes ao menino Jesus: ouro, incenso e mirra, cujo significado é simbolismo espiritual. O ouro simboliza as riquezas e poder material, o incenso representa fé, espiritualidade e religião e a mirra a purificação e limpeza do espírito.

Dos presentes dos Reis Magos é que surge a tradição de troca de presentes no Natal ou fim de ano. Vamos aproveitar o Dia de Reis para pedir e agradecer todas as bênçãos e boas energias que recebemos neste ano que se inicia.

Grande abraço, sucesso, prosperidade, harmonia, saúde e paz é o meu desejo a todos!

Denise Mercer.